cartões criativos

Comidas Afrodisíacas

1 comentários
Pra quem quiser preparar um jantar romântico e apimentar um pouco o clima de romance no ar.

CURIOSIDADE: "Para os gregos, Afrodite, deusa do amor, nasceu da espuma do mar, por isso a crença de que os alimentos que vêm do mar são afrodisíacos.
Outras lendas surgem das festas de casamento, como o arroz, que é atirado pelos convidados sobre os recém-casados. Isso porque, o arroz, assim como o milho, é símbolo de fertilidade. Há ainda os alimentos que possuem substâncias, em sua composição, as quais são atribuídas propriedades estimulantes. E há também uma filosofia, segundo a qual a forma e a cor do alimento estão diretamente associadas à forma da parte do corpo em que ele exerce poder - a Doutrina das Semelhanças. Seguindo este conceito, alimentos tornam-se afrodisíacos por seu formato: fálico, no caso do pepino, do aspargo e da banana; ou sugestivo, como um figo (lembrando a anatomia feminina). Veja abaixo uma pequena lista de alguns alimentos afrodisíacos."

AÇAFRÃO: Pode tornar as zonas erógenas mais sensíveis, não se sabe ao certo o porquê. Muito usado por orientais, é o tempero chave em vários pratos eróticos.
ALHO: Afrodisíaco conhecido entre os egípcios, gregos, romanos, chineses e japoneses. Acredita-se que suas propriedades estimulantes funcionem melhor para homens e mulheres na andropausa e menopausa. Isto por conter compostos relacionados com hormônios sexuais (cuidado para não exagerar na dose e ficar com bafo de espantar vampiro!).
ASPARGOS: Além da forma fálica, acredita-se que a vitamina B3 encontrada nos aspargos, tem como princípio a dilatação dos vasos sanguíneos
BAUNILHA: Seu poder afrodisíaco deve-se tanto pelo cheiro adocicado como pelo sabor. A palavra baunilha vem do espanhol vanila, um diminutivo de vagina, o que aumenta a crença de sua ligação direta às propriedades amorosas. Importante, procure usar o produto natural, pois a baunilha sintética, embora mais barata, é menos eficaz e pode enjoar. Uma boa dica é acrescentar a essência de baunilha dentro da banheira, num banho a dois, produz um suave efeito de estímulo amoroso.
CEBOLA: Seu poder afrodisíaco é conhecido desde a Antiguidade  Citado pelos hindus, em textos sobre sexo, também era utilizado por romanos, gregos e árabes. No Egito, os sacerdotes em celibato eram proibidos de comer cebolas, por causa de seu possível efeito. Já na França, era servida uma sopa de cebola aos recém-casados na manhã seguinte à noite de núpcias para restaurar a libido.
CHAMPANHE: é a mais apreciada das bebidas, sua propriedade afrodisíaca está relacionada com o exotismo que exerce, a atração do brinde especial. Acompanhado de morangos é prazer na certa.
CHOCOLATE: O Imperador Montezuma consumia o chocolate quente e aromatizado com baunilha e outras especiarias antes de entrar em seu harém - de quase 600 mulheres!! Esse fato levou à crença de que o chocolate fosse um afrodisíaco. Algumas pesquisas demonstram que o consumo de chocolate libera endorfinas e cria uma sensação de bem-estar. Outros estudos têm tentado atribuir propriedades excitatórias aos componentes do chocolate.
FIGO: Associado à fertilidade também por sua forma, alguns atribuem a ele propriedades afrodisíacas.
GENGIBRE: Diz a história que uma cortesã, Madame Du Barry, a favorita de Luis XV, misturava gemas de ovos e gengibre para induzir seus amantes
MEL: Conhecido como o néctar de Afrodite, ou seja, um manjar dos deuses. Era muito difundido na Grécia, participando de celebrações de casamento. A noiva grega recebia uma colher de mel, no dia do casamento, pois acreditava-se que assim sairiam apenas palavras doces de sua boca. É daí que vem a lua-de-mel. Além do conteúdo histórico, há no mel vitaminas B e C, bem como minerais do pólen das flores, que podem agir como estimulante da produção de hormônios sexuais.
OSTRAS: Consideradas o melhor da comida afrodisíaca. São comidas cruas com limão e sal. As ostras possuem uma grande quantidade de zinco, que ajuda a fabricar a testosterona. Segundo consta, Casanova, um dos maiores amantes da história comia grandes quantidades de ostra antes de encontrar suas amantes.
OVOS DE CODORNA: Para muitos povos, suas propriedades afrodisíacas são bem conhecidas. Vide os famosos ovinhos de codorna.

comidas afrodisíacas

Um bom vinho ou qualquer bebida alcoólica na medida certa também pode temperar a sua noite. Não esqueça também de uma pimentinha pra esquentar ainda mais!

Tudo o que é exótico e diferente chama a atenção. Este é o objetivo. O aroma sai das panelas e invade o ambiente, a decoração da mesa e apresentação do prato completam o clima. Tudo culmina no paladar, na garfada perfeita.
    Comente no Blogger
    Comente no Facebook

Um comentário:

  1. Para os esotéricos, uma receita mais mística:

    http://www1.uol.com.br/bemzen/ultnot/esoterismo/ult51u47.htm

    ResponderExcluir