cartões criativos

10 atitudes que cientificamente comprovam que um homem está apaixonado

6 comentários
Quer descobrir se o seu companheiro está realmente apaixonado por você?

Em algumas situações, a pessoa pode pensar que o outro está apaixonado, mas não condiz com a realidade. Alguns cientistas americanos afirmam ter identificado o que significa o ato de “estar apaixonado”.

A antropóloga Helen Fisher junto aos seus pesquisadores da Universidade Rutgers (Estados Unidos), percebeu que um cérebro apaixonado é bastante diferente se comparado a um que somente experimenta desejo sexual, e também do cérebro do homem que está em um relacionamento longo. 

Fisher é uma das maiores especialistas acerca da base biológica do amor e apontou que a fase “apaixonada” no cérebro é uma fase única e bem definida em relação ao tempo. Existem sinais específicos, ou atitudes, que revelam se a pessoa está nesta fase.

casal perfeito


Se o seu parceiro apresenta as atitudes listadas abaixo, com certeza ele está apaixonado por você!

10 – O outro é perfeito 

Os indivíduos que estão realmente apaixonados tendem a se concentrar em qualidades positivas da pessoa amada e ignoram os traços negativos da mesma.

9 – Obsessão 

Os apaixonados afirmam passar, na média, mais de 85% das horas acordadas pensando no seu “objeto de amor”. Esta atitude obsessiva é denominada de “pensamento intrusivo” e pode ser resultado da redução de níveis de serotonina no cérebro, condição associada com comportamento obsessivo.

8 – Estar juntos ou nada 

Os apaixonados, de forma regular, têm sinais de dependência emocional no próprio relacionamento, a incluir possessão, receio de rejeição, ansiedade da separação e ciúmes.

7 – Para eternidade 

Este comportamento vem do anseio pela união emocional com a outra pessoa, em busca de formas de se aproximar mais envolvendo o sonho de um futuro a dois.

6 – Qualquer coisa pelo outro 

Aqueles apaixonados, no geral, apresentam forte sentimento de empatia para com o outro, e sentem a dor alheia como se fosse sua, com disponibilidade de sacrificar qualquer coisa por seu amor.

5 – Fazer tudo do gosto alheio 

A paixão é um sentimento definido pela tendência de reordenar as próprias prioridades do dia a dia, ou modificar até as próprias roupas, hábitos, valores, para melhor adaptação com as do amado.

4 – Exclusividade 

Os que estão apaixonados de forma profunda, tipicamente têm a sensação do desejo sexual pelo seu amado, porém existem fortes ligações emocionais. O desejo por sexo é associado com possessão, vontade de exclusividade sexual e muito ciúme, mesmo quando o parceiro é suspeito de ser fiel. 

3 – E não se trata de sexo 

O desejo de união sexual é fundamental para os apaixonados, mas o desejo de união emocional vai prevalecer. Apesar de que um outro estudo estabeleceu que 64% dos indivíduos apaixonados, discordaram desta ideia e afirmam que o sexo é a parte mais importante do seu relacionamento.

2 – Sem controle 

Segundo o estudo em questão, as pessoas que afirmam estar apaixonadas, falam que sua paixão é involuntária e também sem controle.

1 – Faísca que termina 

Infelizmente, estar apaixonada não dura até a eternidade. Trata-se de estado não permanente que pode se tornar um relacionamento longo ou não. Vai depender de cada casal. A fase das borboletas no estômago passa, mas pode virar um amor duradouro.
    Comente no Blogger
    Comente no Facebook

6 comentários:

  1. Eu e meu namorado, se for levar em conta essa pesquisa, já passamos da parte da paixão. Mas eu acredito que depois dessa fase, vem a verdadeira "fase gostosa" a fase que chamam de "amor". É quando some todas essas coisas tão emotivas, de sempre querer estar junto, do medo de perder, nasce a confiança, a amizade e o companheirismo, sentimentos mais estáveis, nasce a segurança também que mesmo não estando perto o tempo todo sabemos que estamos mais juntos mesmo que longe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Karina, realmente a fase da paixão é super gostosa, mas eu também preciso o sossego do amor! Paramos de ficar na obsessão pelo outro e curtimos mais tudo que o relacionamento pode proporcionar! Eu já tenho 9 anos (contando namoro e casamento) com meu marido e já passamos da fase da paixão há um bom tempo. Foi bom enquanto durou sim, porém eu ainda prefiro a solidez do amor, junto com a confiança, amizade e companheirismo. A estabilidade me atrai muito mais!
      Beijão.

      Excluir
    2. Concordo com vc Lana, eu namoro há 7 anos e a melhor fase veio com a estabilidade, somo muito mais felizes e a confiança aumento em 100%

      Excluir
  2. Adorei o artigo! E assim como a Karina, já passei dessa fase (risos). Estou precisando muuuito da ajuda das amigas, gostaria de reunir fotos de pessoas de vários lugares, eu tô fazendo um vídeo de 2 anos de namoro.
    A ideia é amor sem fronteiras, ai eu preciso muito de pessoas que mandassem uma foto com uma plaquinha escrito apenas isto:
    "Esse amor chegasse até (ai você coloca o seu estado)."
    Faz parte da história sabe? Ele foi morar em outra cidade e tals...Tipo, pode parecer meio besta, mas é muito importante para alguém (no caso eu) kk quem puder ajudar (ajudem por favor!) mandem as fotos o quanto antes pelo facebook: https://www.facebook.com/regianayaradesouza.marcelino irei agradecer eternamente à vocês, beijos !

    ResponderExcluir
  3. Namoro com o meu namorado há 5 anos, faz 6 em maio e não sinto que a fase da estabilização tenha chegado, talvez seja porque estou há quase três anos a estudar a 300 km de distância e fico, no mínimo, a 5 horas de distância dele. A verdade é que quando o vejo, o meu coração canta e me sinto realmente feliz por o ter ao meu lado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, Milene, quando se namora a distância é mais fácil permanecer na fase da paixão, porque não há o convívio e a rotina! Então, sempre que se encontram, tudo é novo e gostoso!
      APROVEITA!
      bjão

      Excluir