cartões criativos

Apaixonadas no Divã: “As fases de um relacionamento”

11 comentários
Do primeiro beijo ao final feliz muitas coisas acontecem. Saber lidar com cada fase do relacionamento é que garante que cheguemos lá!

apaixonados



Fase Algodão Doce

É o começo de tudo, momento em que a conquista está no ar, borboletas no estômago, um dia inteiro para escolher o que vestir, muitas expectativas, horas e horas conversando assuntos furados, tudo é lindo e nada tira seu sorriso do rosto!

Impasse: Manter os pés no chão quando a cabeça está nas nuvens. 

Fase Paixonite Aguda

A medida que a intimidade vai aumentando, o momento mais quente da relação acontece, é a fase da paixão. A sexualidade se aflora, o desejo de estar junto fica cada vez maior, você vive em estado de puro êxtase.

Impasse: Não deixar “viciar” e achar que sua felicidade depende desse(a) homem/mulher. 

Fase Cor de Rosa

Passada a euforia da paixão chegamos ao primeiro tijolinho que irá formar o amor verdadeiro. Nesta fase nossos corações estão recheados de pensamentos positivos, já começamos a fazer planos de um vida juntos, um momento de troca tão positiva, que tudo parece perfeito.

Impasse: A ilusão de perfeição pode gerar expectativas em excesso, e fazer-nos criar uma imagem de príncipe encantado que muitas vezes não condiz com a imagem real de nosso parceiro.

Fase Choque de Realidade

Conforme as coisas vão acontecendo, aparecem também os primeiros conflitos, adversidades, situações do dia a dia que iremos conviver daqui em diante. Frustração: e neste momento nos confrontamos e descobrimos que nosso príncipe tem um pouco de shrek também. 

Impasse: Avaliar se estes comportamentos “descobertos” são compatíveis com você, se irão atrapalhar a relação e, principalmente, se será capaz de lidar com isso em longo tempo.

Fase O doce amargo da rotina

É inevitável, ao passo que o relacionamento vai se estendendo, a excitação do começo da relação vai dando espaço para a solidez de uma relação madura. Nesta fase é mais diálogo que beijos na boca, mas apesar de muitos encarem como uma realidade negativa, na verdade esta situação significa que já existe uma base para começarem a fazer as descobertas mais importantes e profundas, que formarão a cumplicidade tão importante para a relação seja duradoura. 

Impasse: Conseguir dosar o conforto da rotina versus a necessidade de inovar e surpreender.

Fase Juntos Venceremos

Após vivenciar os altos e baixos do início do relacionamento, é nesta fase que há uma verdadeira interação entre o casal, vocês se conhecem, se entendem, se aguentam e são felizes juntos com todos os defeitos e qualidades. Geralmente é a partir daqui que o assunto “casamento” entra em cena, e muitos casais arriscam inclusive a morar juntos, pois já sentem-se seguros um com o outro, e principalmente já sabem que é amor de verdade.

Impasse: Traçar planos e projetos a dois, que envolvem muito comprometimento, inclusive mudança de vida.

Fase Dois ou Um

Depois de algum tempo morando juntos/ casados, passado o clima da lua de mel, uma nova realidade vem à tona: o banheiro de um é do outro também, o problema de um é do outro também, a conta da luz é de um e do outro também... Se defrontar com a perda parcial de seu espaço, e ter que lidar com as responsabilidades da vida dois é uma das características desta fase.

Impasse: Ter cuidado para não viver apenas em função da vida a dois e se esquecer de quem você era antes de dividir o mesmo teto que seu amado.

Fase Pum 


Pijama velho, lingerie sem graça, fazer xixi de porta aberta, soltar pum sem medo, etc nesta fase o grau de intimidade é tão alto que detalhes como esses não parecem importantes. Pois neste momento nos preocupamos mais se nosso parceiro esta confortável do que sexy, há um cuidado quase fraternal, queremos saber se o outro comeu, tomou seus medicamentos corretamente, o porque chegou tarde... Mas é uma fase que devemos cuidar para não se tornar muito amigos e pouco amantes. Claro que, nesta fase, nenhum dos dois espera demonstrações explícitas de sensualidade 24 horas por dia. Mas a relação precisa ser esquentada de vez em quando. 

Impasse: Manter acesso o desejo e interesse sexual.

Fase Pós Cegonha

O desejo de constituir uma família aparece, e os filhos começam a ser planejados e concretizados. Passada toda a loucura da maternidade, é a fase de recuperação amorosa, é o momento de se olharem novamente e se reconhecerem, pois depois que nascem os filhos, muitas mudanças acontecem, e é preciso se adaptar a esta nova versão de cada um. 

Impasse: Administrar a mudança na família sem deixar de lado a interação amorosa entre você e seu parceiro enquanto amantes.

Fase Calmaria


As coisas já se ajeitaram, os filhos estão crescendo, e a correria já não é mais tão intensa como antes, neste momento quase tudo que podiam passar juntos já vivenciaram, e ao olhar para atrás percebem quanto o amor cresceu e se fortaleceu, e que o "viveram felizes para sempre" parece muito mais verdadeiro e real do que antes. Por estarem mais estabilizados, é o momento de curtir, fazer tudo que gostariam de ter feito e não podiam.

Impasse: Retomar sonhos e se permitir vivê-los sem culpa.

Se amor é novela, como diz Rita Lee, esperemos as cenas do próximo capitulo!


E VOCÊ IDENTIFICOU EM QUE FASE ESTÁ SUA RELAÇÃO? CONTA PARA GENTE ATRAVÉS DA ENQUETE ABAIXO:

Um grande abraço à todos e até a próxima Apaixonadas no Divã com um caso inédito para vocês!
    Comente no Blogger
    Comente no Facebook

11 comentários:

  1. Jéssica, adorei o post! Estou na fase pós cegonha! kkkkk
    Já passei por quase todas e o amor falou mais alto!
    Queremos envelhecer juntinhos, formando uma linda família! Tão bom quando encontramos nossa metade!
    beijos e sucesso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lana! Que bom que curtiu o post! Nossa agora que identifiquei que a enquete não tem a opção "pós cegonha"... que falha! Desculpe....

      Pois é, sua história é muito inspiradora, tantas mudanças, dificuldades, conquistas e vcs dois lá, firmes e apaixonados. Parabéns! Espero que continuem assim, bjão

      Excluir
  2. acho que quando amamos só pensamos em sexo e em mais nada! tudo é sexo carinho é sexo afeto é sexo e etc

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bruna! Cada casal encontra seu jeito próprio de demonstração de amor, uns pelo sexo, outros pelo riso, outros pelo cuidado... O importante é estar conectado e em harmonia com o parceiro!

      Excluir
  3. Penso que estamos na fase "Juntos venceremos", apesar de não vivermos juntos. Já iniciamos o namoro há seis anos e sinto que já o conheço o máximo que posso conhecer. Aceito todos os defeitos e as qualidades e temos várias conversas sobre vivermos juntos. Já, inclusive, comprei coisas para a nossa futura casa. O meu namorado também já comprou para quando formos para a nossa casa. De momento, ainda não acabamos de estudar e provavelmente demorará anos até que nos juntemos. Mas já temos a certeza que queremos estar juntos. Por outro lado, também sofremos de paixonite aguda: queremos estar o máximo de tempo juntos e o sexo é muito bom e existem vezes em que a dose é repetida várias vezes ao dia. :P

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Milene, muito bom esta fase em que se tem a certeza que é amor não é? E a chama da paixão têm mesmo que ser reacesa frequentemente, pois este contato tão intimo, não deixa de ser uma maneira de estreitar ainda mais os laços afetivos... Muito legal! Felicidades à vocês

      Excluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. rotina....uma droga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A rotina é um dos grandes impasses do relacionamento a dois!

      Excluir
  6. Gostei muito do Post, nunca tinha parado para refletir em quantas fases já havia passado durante o meu relacionamento. Já estamos juntos a 13 anos e consegui identificar bem o momento que passei por cada uma delas. Acho que estamos vivendo a fase pum, mais intimidade, mas sem deixar perder o encanto da paixão tão imprescindível ao casal. Já estamos nos preparando para a maternidade e espero em breve estar na fase pós cegonha.

    Lilian Alencar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lilian! É bem legal quando relembramos de tudo que já se passou não é mesmo? Concordo contigo, a paixão é uma ferramenta valiosa para a manutenção de um relacionamento. Estou torcendo para a cegonha presentear vocês! Felicidades e obrigada por participar

      Excluir