cartões criativos

Apaixonadas no Divã: "Quero casar virgem, mas ele não aguentou e me traiu"

9 comentários
Olá queridas (os) leitoras (es)! O caso de hoje na sessão Apaixonadas no Divã aborda um tema muito polêmico: sexo só depois do casamento. E a questão principal de hoje é: e quando ele não quer esperar? Nossa leitora S.B. passou por este impasse, acompanhem conosco: 

Olá, boa tarde! Gostaria de compartilhar minha história e receber uma palavra amiga. Conheci meu ex-namorado há 2 anos pela internet. Nós moramos na mesma cidade, mas em bairros distantes. Da amizade para a paixão foi muito rápido. Nós dois estávamos em sintonia e temos gostos muito parecidos. Ele sempre foi atencioso durante os 2 anos que ficamos juntos e tínhamos um namoro muito bom, do meu ponto de vista. Só que pra ele não estava completo. Tenho 20 anos e quero casar virgem. Deixei isso claro desde o início e ele disse que entendia e respeitava. Só que este ano eu descobri que ele me traiu. Ele disse que era só sexo, mas eu não consigo perdoar. Estou errada? Será que ele também não poderia esperar? Ou vocês acham que como eu não queria, ele tinha que aliviar suas necessidades com outra pessoa? Já conversei com minhas amigas e algumas dizem que perdoariam, outras não. Eu não sei o que eu faço, porque gosto muito dele, mas não aceito traição. Se eu aceitar desta vez, vou ficar desconfiando sempre e isso é a pior coisa num relacionamento.
Culturalmente a virgindade feminina é super valorizada, especialmente no que diz respeito à preservação da virgindade antes do casamento, seja por crenças religiosas, seja por questões de valores (ex.“virgens são puras”), ou até inseguranças psicoemocionais. Sabe-se que nos primórdios da sociedade o sexo era aceito apenas como meio de reprodução, e o prazer era inexistente, e em alguns casos proibido. Porém a medida que as descobertas da ciência avançaram, e certos “tabus” passaram a ser derrubados, a descoberta da sexualidade passou a ser menos criticada. Hoje sexo é assunto debatido, praticado e explorado em todos os meios sociais. 

A escolha em esperar pode ser motivada por inúmeras questões, sendo a mais comum por dogmas religiosos, Segundo informações do portal G1, os Movimentos como “Eu Escolhi Esperar” e o “Entre Príncipes e Princesas” reúnem mais de 2 milhões de seguidores no país. Com tantos adeptos ao movimento, o impasse vivenciado por S.B. se torna cada vez mais comum entre casais.

casamento

O primeiro ponto a se tratar é sobre a questão da escolha. No momento em que se toma tal decisão é preciso ter ciência de todas as dificuldades advindas desta escolha, pois vale ressaltar que escolher fazer sexo só depois do casamento não significa não ter desejo sexual. Logo, em um relacionamento é preciso muito respeito e cumplicidade para dar certo.

Para os adeptos desta escolha, o primordial é a franqueza e honestidade ao parceiro desde o primeiro momento. Não é interessante “esconder” esse desejo no começo, e só falar sobre isso quando a intimidade começar a surgir. Esta primeira conversa será definitiva para o relacionamento desenvolver, pois se for consentido pelo parceiro, os dois terão que lidar com isso juntos. E se houver uma discordância deste aspecto, é melhor repensar se vale a pena prosseguir com a relação, pois a possibilidade de conflito é grande. 

E quando o parceiro diz concordar, mas depois de um tempo pressiona, pois diz ter mudado de ideia? 

Em muitos casos apesar da motivação inicial em respeitar a vontade do parceiro, os desejos sexuais se tornam intensos e difíceis de conter, e as pressões começam a surgir. Neste momento se o diálogo não for suficiente, novamente a questão de manter esta relação deve ser contestada. Vale ressaltar que a exploração do desejo sexual não necessariamente precisa acontecer por meio do sexo, e os “amassos” são meios muito utilizados por casais que escolheram esperar o casamento, pois acabam suprindo esta necessidade provisoriamente.

Mas ele diz não ter aguentado e me traiu, e agora?
Assim como aconteceu com S.B., casos de traições nestes casos são recorrentes. Antes de mais nada vamos esclarecer novamente que não é apenas pelo sexo que “aliviamos” nossas necessidades sexuais, por isso esta justificativa para a traição não deve ser considerada. Quando há amor, há consideração pelo outro, e o sexo não é colocado como ponto principal na relação. Afinal devemos lembrar que existem inúmeros momentos na vida que o sexo é inexistente, por exemplo durante os meses finais da gestação que grande parte das mulheres já não sentem vontade e nem condições de praticar o sexo. Ou seja, o sexo faz parte de um relacionamento, mas não deve ser o ponto principal que mantém a relação. E este é seu caso, algo está errado.

Perdoar ou não uma traição?
Esta questão é muito subjetiva, pois cada relação é singular, e tudo dever ser levado em consideração para se tomar uma decisão, que nem sempre será a garantia de um relacionamento duradouro, pois mesmo dizendo que perdoa, muitas pessoas não conseguem o fazê-lo verdadeiramente. Assim como existem inúmeros casos que o perdão foi a alavanca para um relacionamento feliz. A orientação é procurar avaliar todos os aspectos da traição, e o quão estes aspectos lhe incomodam, e baseado nisto perceber se é capaz ou não de conviver com este fato. Então querida S.B., não temos como lhe ajudar a decidir se deve ou não perdoar seu namorado, pois esta escolha só pertence a você. Só nos resta desejar-lhe tranquilidade para tomar sua decisão e felicidades com qualquer que seja ela.

Então é isso pessoal, desejo a todos uma ótima semana e nos vemos no próximo Apaixonadas no Divã! Não deixem de compartilhar suas experiências, sentimentos e opiniões através dos comentários!

(As informações contidas nesta publicação NÃO substituem um atendimento real em setting terapêutico adequado com um profissional psicólogo qualificado.) 

***OBS: Quem quiser participar da sessão Apaixonadas no Divã, pode enviar e-mail para blognamorados@gmail.com com este título.***
    Comente no Blogger
    Comente no Facebook

9 comentários:

  1. Não quero me identificar mas se eu já perdi com meu namorado ano passado, meu futuro marido será que vou para o inferno?

    Ele foi o único homem em minha vida nesse sentido mas sabe deu uma diferença enorme no meu relacionamento, foi um fato positivo. Mas tenho medo de ser condenada espiritualmente falando, foi consentido e super natural :( carrego esse peso comigo por não saber o que fazer e reagir contra isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Primeira coisa: Não é só porque você entregou sua virgindade a ele que significa que vocês iram casar, geralmente no namoro cristã, o que inicia de uma maneira errada tem a tendência de terminar errado,
      Segunda coisa: Vocês transaram e isso foi um fato positivo no relacionamento de vocês, mas e o seu relacionamento com Deus como anda? está positivo também? a sua conciência está tranquila?
      e quando você e seu namorado brigam, você não se sente insegura com medo que ele te deixe e leve com ele tudo o que você entregou antes do tempo?
      Pense com carinho nisso, o desejo de Deus não é te condenar por ter transado antes do tempo, o desejo de Deus é poupar você de sofrimento, de marcas e feridas que as vezes nem o tempo apaga, só Deus tem poder de fazer isso. Ele não é um cara chato que quer te privar de viver as coisas legais da vida, Ele quer apenas que você esteja preparada para receber aquilo que ele preparou pra você, bem além do que você pediu ou Sonhou!

      Excluir
    2. As pessoas falam falam e não dizem nada! Estou cansada de ouvir esse tipo de conversa "nem lá nem cá". Vamos ser honestos e sinceros com o problema dos outros que pedem ajuda!
      Anônimo, se você se arrependeu e confessou pra Deus, Ele o perdoou, e portanto você não está condenado. Não sei o que o ser humano tem na cabeça pra levar o sexo fora do casamento como se ele fosse o pior de todos os pecados! Quem disse que esse pecado não tem perdão? Se alguma vez ouviu isso de alguém, por favor, deixe de acreditar pois é uma grande mentira!
      Deus é Deus de amor, e Ele só quer te ver feliz seguindo os ensinamentos de vida que Ele deu! Vá até Ele, ore e diga que não é seu desejo continuar errando e Ele vai te ajudar a não cair mais. E pelo que entendi seu namorado e futuro marido deve ser cristão também... Por que não vão juntos até os pés de Deus e contam a situação? Com certeza Ele não vai faltar pra com vocês, afinal de contas, nada pode melhorar com o parceiro, se primeiro não estiver bom com Deus, e nesse sentido o sexo fora do casamento é como qualquer outro pecado, nos afasta de Deus, o nosso Pai.
      Espero ter ajudado.

      Excluir
  2. vc tem que procurar alguém que tem os mesmos valores que vc.... não por acaso, tem que ser alguém de uma igreja né?? aí as chances de dar certo são mais altas.

    ResponderExcluir
  3. Olha se ele não aguentou esperar e procurou em outro lugar, isso foi falta de respeito dele com você! Ele simplesmente derrubou esses 2 anos de namoro em troca de prazer MOMENTÂNEO.
    Me perdoa a sinceridade, mas se ele fez isso uma vez ele pode fazer sempre. Perdoar é bom, mas perdoar não significa seguir com o namoro, já que esse erro dele vai ficar marcado em você.
    Coloque na balança, o que pesa mais o seu amor por ele ou o seu valor de se guardar?
    se ficar com a segunda opção, lembre-se que Deus irá te honrar e vai te surpreender com algo bem além do que você pensa, pois os planos de Deus são maiores em nossas vidas. Só não tente consertar um erro cometendo outro. Guarde seu coração e seu corpo pra alguém que te merece, que vai te valorizar, te amar, e que vai esperar o tempo pra não apenas dormir com você, mas que também vai esperar o tempo de acordar ao seu lado todos os dias... Independente de religião, Deus é um só, e ele honra aqueles que descansam e esperam Nele!

    ResponderExcluir
  4. Puxa essa é uma situação bastante difícil hem.. Sei como vc se sente ao ser traída porque já passei por isso com meu primeiro namorado, ele me pressionava muito para termos relações e como eu não queria ele me traía com outras garotas, na época todas as minhas amigas e pessoas mais experientes que eu conversava dizia que era normal que ele "precisava" disso. eu sempre perdoava porque era idiota, pois não demorava nada pra ele me trair de novo e eu ficar mal com tudo e começar a desconfiar de cada pessoa que se aproximava, achava que as pessoas na rua sabiam da minha situação a riam de mim.. Não é porque é homem que tem essa de "necessidade" eu não vejo dessa maneira, ainda mais no seu caso flor que ele admitiu que fazia sempre e que pra ele era "só sexo" ele estava com vc apenas para dizer que tinha namorada pois o respeito o amor e tdos os sentimentos de cumplicidade que envolvem o relacionamento ele jogou fora com outra menina. Cadê os anos que vcs passaram juntos? Isso não valeu de nada pra ele? Flor não vale a pena se sacrificar por alguem que não fez nenhum sacrificio por vc Por favor não me ache uma chata mas EU TBM PASSEI POR ISSO e eu superei por experiencia propria te falo se vc perdoar sempre ficará pensando se ele a está traindo de novo e com quem. Não é que eu esteja te dizendo para não perdoar pois essa é uma decisão que só pertence a vc, mas é bom saber que tem muitas mulheres, como eu, que passamos por coisas parecidas e Deus sempre ajudou no fim. Estou namorando a um ano e meio e ele é perfeito é o homem que eu sempre pedi a Deus ele me apoia e me ama, e nós temos uma relação bastante sólida e que vai durar "pra sempre" nossa meta. Quando eu o conheci achei que era brincadeira pois ele era virgem com 19 anos (estava se guardando para a garota certa ele dizia) e fui essa garota foi perfeito flor, foi no meu momento, quando eu achei que era certo, então te falo se vc quer se casar virgem não tem problema nenhum, todas as mulheres devem poder escolher oq fazer com seu crpo (dentro de limites, óbvio), e não seguir o q a sociedade maxista quer. Ore para Deus que ele vai iluminar seus caminhos e o homem certo vai aparecer pra vc,apenas confie

    ResponderExcluir
  5. Respostas
    1. Quem quiser participar da sessão Apaixonadas no Divã, pode enviar e-mail para blognamorados@gmail.com com este título.

      Excluir